Por que imagens na web são em pixels, e em impressos são em milímetros?

Por que imagens na web são em pixels, e em impressos são em milímetros?

Publicação: 17/01/2019
Área:Design Gráfico e Marketing Digital

Por que imagens na web são em pixels, e em impressos são em milímetros?

Na primeira aula de uma ferramenta gráfica como Adobe Photoshop ou Adobe Illustrator os professores costumam ensinar que, ao criar uma nova imagem, deve-se selecionar o modo de cor RGB e definir um tamanho em pixels - caso seja uma imagem para ser exibida na web - e o modo de cor CMYK e um tamanho em milímetros (ou centímetros, polegadas, etc. ) - caso seja uma imagem que vai ser impressa.

A escolha entre os modos de cor RGB e CMYK se deve ao fato de que o primeiro é um modo que define cores primárias de luz, enquanto o segundo define cores primárias de tintas, conforme detalhamos em outro artigo.


Resta, então, entendermos qual a diferença entre uma definição em pixels ou em milímetros. Para isso, primeiro temos que entender um conceito intimamente relacionado a relação entre tamanhos em pixels e tamanhos em unidades de medida de distância (centímetros, milímetros). Trata-se da "resolução".



O que é a resolução de uma imagem

Geralmente, nas ferramentas de imagens, temos outra informação a ser preenchida quando vamos criar uma nova imagem, que é a resolução, geralmente definida em pontos por polegada (embora alguns softwares permitam utilizar bits por pixels também).

Pontos por polegada é também conhecido pela sigla em inglês DPI (dots per inch), e se refere ao número de pontos que serão impressos em uma polegada, em determinado processo de impressão. Isso obviamente depende do processo de impressão utilizado, e é comum termos impressoras que imprimem 300 pontos a cada polegada, mas é também possível termos impressões de 600, ou mesmo 1200 pontos por polegada. Em 1200 pontos temos uma qualidade muito elevada, enquanto impressões de menos de 300 pontos por polegada aparentam ter uma qualidade relativamente ruim.

Assim sendo, em uma imagem quadrada impressa, por exemplo em um jornal, com 10 polegadas de cada lado, em 300 DPIs, teremos 3000 pontos sendo impressos em cada lado, e 3000 x 3000 pontos no total na imagem impressa.

Assim, como 300 DPIs é uma resolução típica de impressoras, geralmente ao criar uma imagem para impressão já se coloca a resolução como sendo de 300 DPIs.




Qual a resolução de uma imagem para ser exibida na internet

Quando mandamos uma imagem para uma gráfica, podemos, por hipótese, saber que ela será impressa em 300 DPIs. Mas qual a resolução de uma imagem que será exibida na internet?

A resposta: não sabemos.

Image uma mesma imagem de 1280 pixels. Agora imagine que você está abrindo ela em um monitor de 17 polegadas, e ela ocupa toda a tela do computador. Com alguns cálculos você pode descobrir quantos pontos por polegadas estão sendo exibidos, afinal, você tem 1280 pontos sendo mostrados em 17 polegadas. Mas, se o monitor for de 19 polegadas, já temos uma resolução ligeiramente diferente.

Agora imagine que você está exibindo a mesma imagem em seu celular. Digamos que ela também ocupe a tela inteira do celular. Estamos agora mostrando os mesmos 1280 pixels em uma tela muito menor, ou seja, estamos com muito mais pixels para cada polegada.

Ou seja, uma imagem terá a resolução maior ou menor conforme for a resolução de cada dispositivo em que ela for exibida.



Imagens para web são em pixels

Não é importante a resolução ou o tamanho em milímetros de uma imagem criada para a Web.

Quando tratamos de imagens para a web, nem a resolução, nem o tamanho em milímetros que ela terá costumam ser questões importantes. Trata-se de questões, como explicado, que dependem do dispositivo em que a imagem será exibida.

A única informação realmente relevante, portanto, é quantos pixels há na imagem. Se ela tiver menos pixels do que o que seria ideal para ser exibida em determinado tamanho, ou ela será exibida menor, ou será redimensionada, perdendo qualidade.

No entanto, muitas vezes a resolução de imagens para web é definida pelos designers como sendo 72 DPIs. Por que, se esta resolução, como colocado, não é utilizada? Unicamente por uma questão histórica. 72 DPIs era a resolução das telas dos primeiros monitores de computadores da Apple, lançados na década de 80, e este número permaneceu popular desde então, embora há décadas já não tenha um significado relevante.




Imagens para impressão são em milímetros

De forma análoga, quando estamos falando em impressões, não nos importa, ou - colocando melhor - preferimos não ter que nos preocupar com a quantidade de pixels, ou pontos, que precisaremos utilizar na impressão. Muito melhor, para impressos, se pudermos nos preocupar apenas com o tamanho que a imagem terá quando impressa.

Via de regra, sabemos exatamente o tamanho de um material impresso. Queremos, por exemplo, imprimir uma foto em um espaço de 10 centimetros, ou em um banner de 1 metro.

Na prática, sempre teremos como resultado um certo número de pontos que serão impressos, mas como não queremos nos preocupar com isso - ou seja, não queremos dizer que determinada foto será impressa com 7000 pontos - precisamos usar duas informações: o tamanho e a resolução.

É com o tamanho e a resolução que o computador ou a impressora fará a transformação da imagem para o número de pixels adequado. Por exemplo, se você criar uma imagem de 10 polegadas, com 300 DPIs, o resultado será uma imagem de 3000 pixels.


Cursos Alfamídia

A resolução e a definição de tamanho de imagens são questões relevantes ao trabalharmos com qualquer software de manipulação de imagens, mas são questões particularmente importantes no processo de produção gráfica e arte-final. Confira alguns dos cursos Alfamídia da área: